Mundo

Mulher que matou namorado em jogo sexual ganha liberdade condicional após 18 anos

Crédito: Reprodução/Tippecanoe County Jail

Anastazia Schmid, de 45 anos, ganhou liberdade condicional na última terça-feira (27). Ela estava presa há 18 anos, nos Estados Unidos, por esfaquear 39 vezes o namorado. As informações são do USA Today.

A mulher assassinou o namorado, Tony Heathcote, em março de 2001, quando o casal praticava um jogo sexual. Ele estava com os olhos vendados e foi atacado por Anastazia. Durante a brincadeira, ela teve um surto psicótico e ouviu uma voz dizendo que o rapaz era um demoníaco e precisava ser “eliminado”.

De acordo com o advogado dela, Schmid é uma nova pessoa ao sair da penitenciária. A mulher ficará sob observação policial. Anastazia foi condenada a 44 anos de prisão e conseguiu a saída provisória por bom comportamento e por confessar o crime. Caso ela viole a lei novamente, será mandada para a prisão para cumprir o restante da pena.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ Fundador da Ricardo Eletro e filha são presos em operação contra sonegação
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior