Geral

Mulher passa mal em festa e morre: ‘O samba não parava de tocar’, diz amigo

Crédito: Reprodução

Marina Gomes Vieira, de 31 anos, morreu após passar mal durante uma despedida de solteiro em um bar de Guarulhos (SP) no sábado (21). Amigos da mulher, que auxiliaram no socorro dela, reclamaram que a banda não parou de tocar enquanto a vítima era atendida. As informações são do jornal Extra.

Conforme testemunha, Mariana passou mal após tomar uma cerveja e uma rodada de tequila, no Armazém Maya. Ela teve uma convulsão e depois uma parada cardíaca.

Reprodução

“Ela foi reanimada por uma enfermeira que estava no local, em outra mesa. Foi reanimada duas vezes antes de chegar o socorro. Enquanto isso, o samba não parava de tocar. Estamos todos indignados com isso”, contou um amigo ao Extra.

Segundo os amigos de Mariana, o Samu foi acionado e precisou passar pelo salão ocupado com pessoas dançando e a banda tocando samba para atender a vítima. Ainda conforme as testemunhas, a vítima teria morrido no local.

Em nota ao jornal O Globo, a Secretaria de Saúde de Guarulhos informou que a viatura do Samu chegou ao local 23 minutos após o primeiro chamado de socorro. O Samu informou ainda que a equipe médica conseguiu reverter a parada cardiorrespiratória no atendimento e que Marina foi encaminhada ao hospital ainda com vida.

De acordo com a direção do Armazém Maya, o estabelecimento prestou todo o atendimento. Em nota ao Extra, a empresa afirmou que não se sabia da gravidade da situação, mas, pouco depois, os músicos teriam parado a apresentação.

O Armazém Maya destacou ainda que o gerente acionou diretamente o comandante do Corpo de Bombeiros para o envio de equipe médica e que Marina saiu com vida do local. O local ressaltou também que é um bar com capacidade para 400 pessoas e não uma casa de shows e, por isso, não é obrigado a ter uma ambulância disponível.