Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Mais uma polêmica fez o nome de Gusttavo Lima parar na Justiça. Em entrevista para o site GCN.net.br, a farmacêutica Eloá Soares, de 36 anos, revelou que entrou com uma ação para provar que o cantor é pai da sua filha de 16 anos de idade.

Para o veículo, a mulher disse que conheceu Lima quando ele foi participar de uma apresentação na mesma escola de música que ela, em Franca, interior de São Paulo. O encontro aconteceu em setembro de 2004, quando o famoso tinha 15 anos, e que ficou grávida nesse mesmo dia.

“Um tempo depois, ele me ligou e a gente se encontrou. Na época, ele dirigia e disse que tinha um ano a mais que eu, mais depois descobri que era mais novo. Foi quando eu fiquei grávida”, contou Eloá.

“Antes de se casar, ele veio até minha pessoa e questionou sobre quando eu iria perceber que minha filha também era filha dele e quando eu iria passar a fase de negação”, completou.

Em nota para o jornal Extra, a assessoria de imprensa do sertanejo nega a suposta paternidade: “No ano de 2004 (data em que é citado o primeiro encontro) o cantor Gusttavo Lima contava com 15 anos de idade e vivia com seus pais e irmão numa pequena comunidade rural no interior de Minas Gerais. Na época, até mesmo por falta de recursos financeiros, o artista sequer conhecia alguma cidade do interior paulista. Portanto, a história levantada não procede”, diz a equipe.

O processo foi protocolado no Fórum de Santos, cidade onde a farmacêutica mora com a filha. A ação está correndo em segredo de Justiça.

Vale lembrar que Gusttavo Lima já é pai de Gabriel, de 4 anos, e Samuel, de 3, ambos frutos de seu casamento com a modelo Andressa Suita.