Geral

Mulher é presa na Espanha acusada de matar a própria filha

Crédito: Reprodução/Pixabay

Graças a um exame de DNA, a polícia da Espanha prendeu uma equatoriana, de 30 anos, suspeita de matar sua filha recém-nascida há quase nove anos, cujo corpo foi encontrado em um centro de tratamento de resíduos urbanos em Madri.

O crime aconteceu em maio de 2012. Uma ligação feita para a polícia alertou as autoridades sobre a descoberta de um bebê morto em uma das correias transportadoras das estações de tratamento de resíduos.

Investigadores extraíram o DNA da criança após realização da autópsia e determinaram que a morte da vítima poderia ter sido devido a asfixia mecânica e traumatismo craniano grave.

Em novembro de 2020, um relatório de DNA da polícia determinou a identidade do pai da criança. Agentes localizaram o homem e descobriram que ele mantinha relacionamento com uma mulher com quem teria uma filha.

Ao fim da investigação, os policiais identificaram a mulher, que foi presa em Madri, como suposta autora do crime.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais