Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A Polícia Civil indiciou uma mulher, de 47 anos, por armazenar fotos e cenas de sexo explícito envolvendo uma adolescente, em Pindorama (TO).

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita estava exibindo as imagens durante um velório quando foi flagrada pelos agentes. A adolescente seria namorada do filho da mulher.

“A mulher teria recebido de seu filho, que mantinha um relacionamento com a vítima, fotos que expunham a adolescente em situação que caracteriza violação à imagem e a dignidade sexual”, disse o delegado Roberto Assis, da 81ª DP.

Conforme a polícia, o caso era investigado há um mês. Com a mulher, os agentes apreenderam um dispositivo eletrônico em que estavam armazenadas as imagens da vítima.

As investigações contaram com apoio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Palmas (DPCA), pois o filho da mulher é investigado por crimes contra a dignidade sexual.

Após o indiciamento da mulher, o inquérito policial foi remetido ao Poder Judiciário e ao Ministério Público. Se condenada, a mulher pode pegar uma pena de até quatro anos de prisão.