Mundo

Mulher é condenada após matar o namorado enquanto trocava mensagens com o amante

Crédito: Reprodução

Charlotte Dootson foi condenada por matar o namorado estrangulado (Crédito: Reprodução)


A jovem Charlotte Dootson, de 25 anos, foi condenada à prisão perpétua após matar o namorado Mohammed Mukhtar, de 53 anos, em Manchester, na Inglaterra. De acordo com as investigações, em agosto do ano passado, a mulher usou um fio de extensão elétrica para amarrar e estrangular o homem enquanto ela trocava mensagens de teor sexual com o amante. As informações são do jornal Daily Mail.


+ Os 5 signos mais assumidamente loucos do zodíaco
+ Vídeo: Mel Maia festeja 18 anos com funk no Rio: ‘Sério, estou linda‘
+ Solange Gomes relembra sexo a três com Márcio Garcia e irmão dele: ‘Coisas da Juventude’

Conforme a decisão da Justiça inglesa, Charlotte terá que cumprir no mínimo 22 anos e meio da condenação para se tornar elegível à liberdade condicional. Segundo as investigações, a jovem chegou a mandar para o amante uma foto do namorado amarrado no sofá da sala.

Horas depois, Charlotte ligou para o pai e disse que Mukhtar não estava respirando ou se movendo e ela pensou que o havia matado. A polícia encontrou a vítima amarrada pelos pés, mãos e pescoço.

Durante as audiências do processo, o promotor Alaric Bassano descreveu Mohammed como “inofensivo” e “vulnerável”. Segundo a acusação, o homem sofreu abuso doméstico durante os quatro anos de relacionamento.

Entre maio de 2018 e julho de 2021, houve 12 denúncias de violência doméstica cometidas por Charlotte. A jovem foi presa em três ocasiões. No entanto, Mohammed mentiu para proteger a namorada e não quis apresentar denúncia formal contra ela.

“Sua violência contra o falecido foi gratuita e seu tratamento degradante e humilhante”, afirmou Alaric Bassano.