Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Cintia Dicker anunciou que irá processar o deputado estadual Rodrigo Maroni (PSC-RS), que a acusou de abandonar seu cachorro de estimação. Em publicação no Instagram, o político afirmou que o animal, chamado Jonny, desenvolveu stress agudo e sarna pela tristeza do abandono, além de perder o pelo.

“Ressalta-se que a modelo é reconhecida por seu ótimo caráter e boa índole, prezando por quaisquer espécies de animais, jamais compactuando com abandono de animais, sendo mentirosa a afirmação de ter “abandonado seu cão Jhonny”, conforme a leviana e falsa acusação feita pelo Sr. Rodrigo Maroni”, diz o texto, publicado pela assessoria da modelo.

“É notório que as referidas acusações irrogando fatos inverídicos, foram feitas com a única intenção de prejudicar a imagem e a honra da modelo. Portanto, o Sr. Rodrigo Maroni responderá judicialmente no âmbito civil e criminal, prestando os devidos esclarecimentos ao Poder Judiciário, de modo à se retratar publicamente pelas referidas ofensas de cunho moral difamatórias e caluniosas”, finalizou o documento assinado pelo escritório Cristiane Dick Advogados Associados.