Cultura

Mulher de Chris Hardwick declara apoio ao marido acusado de abuso sexual

A modelo Lydia Hearst, mulher do apresentador Chris Hardwick, declarou apoio ao marido após ele ser acusado de abuso sexual pela ex-namorada Chloe Dykstra. Na legenda de uma foto publicada no Instagram, ela nega que seja uma declaração em defesa dele, mas de defesa do movimento #MeToo.

“Isso não é uma declaração em defesa [de Chris Hardwick], mas uma declaração de defesa. Defesa de todas as mulheres que foram abusadas sexualmente, estupradas, traficadas e torturadas; defesa de todas as pessoas para as quais esse movimento foi iniciado. Ao longo do ano passado, o movimento #MeToo focou corretamente nas mulheres cujas histórias precisavam ser ouvidas. Como alguém que já se envolveu em relacionamentos tóxicos no passado, eu sei a importância de compartilhar essas histórias e não pegar leve com essa situação”, escreveu ela.

Em seguida, Lydia falou diretamente sobre Chris Hardwick. “Eu tomei a decisão de vir a público em apoio ao meu marido não como uma obrigação, mas como necessidade de falar a verdade sobre a pessoa que conheço. Chris é nada além de amoroso e compassivo e é a única pessoa que ficou ao meu lado, nunca me julgou, me ajudou a curar-me e a me sentir inteira. Defender meu marido seria dar credibilidade a qualquer uma dessas acusações. Eu não faria isso. Chris Hardwick é um homem bom”, completou.

Ao terminar a publicação, a modelo afirmou que permanece em completo apoio ao marido e acredita que “a verdade sempre vencerá”.