Geral

Mulher de Bernardinho usa morte de vereadora para criticar eventual candidatura

Fernanda Venturini, ex-jogadora de vôlei e esposa de Bernardinho (Crédito:Instagram / Fernanda Venturini)

A ex-jogadora de vôlei Fernanda Venturini, esposa do ex-técnico Bernardinho, usou o assassinato da vereadora Marielle Franco, do PSOL carioca, para criticar uma eventual candidatura do marido ao governo do Rio de Janeiro. Filiado ao Partido Novo, Bernardinho é cotado para concorrer ao Palácio Guanabara este ano.

No Instagram, Fernanda disse que “só tem bandido” na política e, entre as hashtags escolhidas para acompanhar a publicação, estava #melhorsaídaGaleão, em referência ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio.

https://www.instagram.com/p/BgVyd-9j0nl/?hl=pt-br&taken-by=fernandaventurini_oficial

Crime

Marielle Franco, de 38 anos, foi morta a tiros na noite desta quarta-feira, no Centro do Rio. Quinta vereadora mais votada em 2016, ela voltava para casa, na Tijuca, Zona Norte, quando o carro em que estava foi alvejado por nove tiros, segundo a investigação policial.

O motorista do veículo, Anderson Pedro Gomes, também morreu.