Mundo

Mulher de 22 anos obtém sucesso em transplante de face após tentar suicídio

Crédito: Reprodução/Twitter

O resultado da operação e como estava o rosto da jovem antes das cirurgias (Crédito: Reprodução/Twitter)


Katie Stubblefield, de 22 anos, se tornou a mulher mais jovem nos EUA a conseguir transplantar a face e é considerada um sucesso da medicina de ponta.

A jovem passou por uma cirurgia de 31 horas para conseguir ganhar um rosto novo. Ela teve a face deformada após tentar suicídio com um tiro de rifle sob o queixo quando tinha 18 anos. Katie passou ainda por mais três grandes operações de revisão, além de fazer terapia física, ocupacional e fonoaudilógica.

Em entrevista para um documentário da National Geographic neste mês, ela falou sobre a sensação de ter uma nova face: “Eu sou capaz de tocar meu rosto agora, e é incrível”.

Durante dois anos após a tentativa do suicídio, os médicos foram pouco a pouco reconstruindo uma nova face e mandíbula. Para isso, eles utilizaram parte de um osso da perna e do calcanhar, remodelando o tecido da coxa e implantes de titânio – utilizando um modelo impresso em 3D da face da irmã mais velha de Katie.

A operação substituiu quase 100% do tecido facial da jovem, incluindo músculos e pele faciais, maxilar inferior e parcial e dentes, órbitas oculares, parte dos nervos do rosto e testa, couro cabeludo, pálpebras, nariz e bochechas.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago