Esportes

Mulher acusa Maxwell de agressão; ex-jogador nega

Crédito: Reprodução/Instagram

O ex-lateral Maxwell Scherrer, que disputou a Copa do Mundo de 2014 com a Seleção Brasileira, está sendo acusado pela mulher, Giulia Nagamine, com quem ainda é legalmente casado, de agressão, de acordo com informações do UOL. O ex-atleta, que atualmente é diretor esportivo do PSG, nega e se diz inocente.

Segundo a reportagem, Giulia acusa Maxwell de agressões ao longo do relacionamento. A mais grave teria ocorrido em 2015, quando ela diz ter sido espancada e ameaçada.O advogado dela, Leonardo Salles, diz que uma medida protetiva também foi determinada pela Justiça.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Maxwell negou as acusações e afirmou que vai provar sua inocência. “Lamento ver como uma pessoa com quem vivi e que é a mãe de meus maravilhosos filhos, usa a lei não para o que ela serve. Pelo bem dos meus filhos, vou provar minha total inocência e mostrar que tudo isso é mentira. Por respeito à mãe dos meus filhos, não comentarei mais nada sobre esse assunto”, disse ele.

Segundo o UOL, a Polícia Civil informou que começou a apurar os fatos. “A Polícia Civil informa que, logo após tomar ciência dos fatos, medidas imprescindíveis à apuração começaram a ser realizadas. A fim de preservar a integridade dos envolvidos e as investigações, em atendimento aos preceitos legais e constitucionais, o inquérito tramita em segredo de Justiça.”