Geral

“Muito difícil esquecer”, diz irmã que viu personal ser morta a facadas por vizinhos

Crédito: Arquivo pessoal

Ana Luiza Serantoni Zacaron, de 18 anos, irmã da personal trainer Andressa Serantoni, de 28 anos, morta a facadas durante uma briga de vizinhos em São José do Rio Preto (SP), contou que estava em casa e viu o momento em que a irmã foi morta. As informações são do G1.

De acordo com Ana Luiza, ela estava deitada quando escutou a irmã estacionar a moto na frente da casa da mãe. Em seguida, ela ouviu Andressa perguntando para a vizinha Sidileide da Paixão Santos o motivo de estar sendo gravada com o celular. Nesse momento, Ana Luiza se levantou e foi ver o que estava acontecendo.

“A mulher já estava filmando e o marido encostado no portão deles, olhando. Ela [Andressa] perguntou novamente ‘por que você está me filmando?’. A mulher começou a gritar igual uma louca, perguntando se ela [Andressa] era de uma máfia e não podia ser filmada”, afirmou a jovem ao G1.

“Minha irmã respondeu que não estava entendendo. Então, a mulher foi indo para cima dela. Eu falei ‘Andressa, deixa quieto, deixa filmar’. A mulher já veio cercando minha irmã e disse para o marido ‘pega lá para a gente resolver’. Foi tudo muito rápido”, disse a irmã da vítima.

Atacada com facadas

Conforme Ana, Sidileide segurou Andressa e o marido da vizinha, Joel Fernandes Santos, pegou duas facas no carro e atacou a personal trainer. “Ele deu a primeira facada nela. Eu conseguia ver ele [Joel] tirando e enfiando a faca muito rápido. A mulher veio tentar me puxar. Eu a empurrei e fechei o portão, mas conseguia ver. A mulher também pegou a faca e começou a esfaquear minha irmã”, contou ao G1.

Segundo a jovem, ela entrou no imóvel da família para pedir ajuda e começou a escutar gritos do lado de fora vindo de vizinhos que tentavam apartar a briga. “Eles também quase foram esfaqueados. O casal já tinha entrado para dentro de casa. Minha irmã trocou duas palavras com o casal e foi morta”, lembra.

“Vai ser muito difícil seguir a vida sem ela, porque ela era a pessoa mais importante da minha vida, sem dúvidas. A gente tinha uma ligação muito forte. Minha mãe está muito abalada. Nós lembramos dela em qualquer coisa que fazemos. Como eu vi a cena, é muito difícil esquecer. Tento pensar nas coisas boas que ela fez, o jeito que ela cuidava de mim”, desabafou Ana.

O casal de vizinhos foi preso em flagrante. Joel já tinha antecedentes criminais. Ele é acusado de tentar matar um vizinho em 2015.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel