Economia

Mudança em política de combustíveis não influenciou leilão, diz Shell

O presidente da Shell, André Araújo, comemorou o resultado do leilão na 4ª Rodada de Partilha da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) desta quinta-feira, 7, em que a empresa participou de consórcio que apresentou o maior ágio do certame. “O ágio e a disputa pelos blocos demonstra que a mudança na política de preços não afetou os investidores. Estamos muito satisfeitos”, afirmou, comentando o momento em que está sendo realizado o leilão, no qual se discute a intervenção da ANP na política de preços de combustíveis do País.

Segundo ele, o fato de a empresa de ter dado o maior ágio do certame, de 500%, comprova que não é avessa a ágio. “Mostramos que a Shell não tem problemas com ágio. ‘Bidamos’ em duas das três ofertas e levamos Três Marias, estamos mito satisfeitos”, disse a jornalistas.

A Shell venceu o leilão do bloco Três Marias, com fatia de 40% em consórcio que é composto ainda por Chevron, com 30%, mesma porcentagem da Petrobras.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior