Geral

MT: Indígena é morta a tiros durante caça em aldeia, diz polícia

Crédito: Reprodução/ redes sociais

Uma indígena foi morta a tiros na quinta-feira (24) após ser confundida com um animal por outros indígenas que caçavam na região conhecida como ‘Piapó’, em Barra do Bugres (MT). De acordo com a Polícia Civil, a indígena Marinalva Zaquimae Corezomae, de 33 anos, foi atingida na clavícula e chegou sem vida no hospital do município. As informações são do G1.

Marinalva estava dentro das terras da Aldeia Umutina quando foi baleada. Conforme a polícia, a ocorrência é tratada como homicídio culposo (sem intenção de matar) após disparo acidental.

O caso ainda está sendo investigado e a Fundação Nacional do Índio (Funai) foi comunicada sobre a morte de Marinalva. A entidade que protege os indígenas se comprometeu a levar o autor do disparo para prestar depoimento à polícia.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Danii Banks faz sucesso nas redes sociais como a versão plus size da Barbie

+ Novo Xiaomi Mi Box 4S por R$ 240

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar