Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul informou que pai e filho agrediram a pauladas uma mulher trans (pessoa que não se identifica com o gênero biológico). O intuito deles era matá-la. Na sexta-feira (11), o homem foi preso. Na segunda-feira (14), o jovem, de 21 anos, se apresentou à polícia e confessou o crime. As informações são do G1.

Testemunhas relataram à polícia que, no dia 6 de março, pai e filho foram até uma casa noturna na cidade de Novo Mundo (MS). Nesse momento, teve início uma discussão com a mulher trans.

Os dois a ameaçaram e falaram: “Esse lugar não é para pessoas como você”. Diante disso, a mulher deu uma garrafada no rosto do homem.

Na sequência, ele foi levado pelo filho para um hospital da região. Assim que recebeu alta, pai e filho começaram a procurar pela mulher trans.

Uma câmera de segurança registrou o momento em que os dois desceram de uma moto e começaram a desferir golpes de pauladas na mulher.

Após cometerem o crime, ambos fugiram do local e deixaram a vítima caída no chão.

A mulher trans foi socorrida com diversos ferimentos na cabeça e encaminhada para um hospital na cidade de Dourados (MS). Ela permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, segundo os familiares, tem “chances mínimas” de sobreviver.

Pai e filho permanecem detidos na Delegacia de Polícia Civil de Novo Mundo.