Movimento pela democracia junta ex-adversários

Crédito: Reprodução/Facebook

(Crédito: Reprodução/Facebook)

Inspirado no movimento das Diretas Já, de 1984, o sociólogo Fernando Guimarães criou o “Direitos Já”, que realizou na sexta-feira, 26, um ato virtual em defesa da democracia, com a participação, em uma live, dos políticos mais influentes do País: Fernando Henrique Cardoso, Ciro Gomes, Fernando Haddad, Marina Silva e Luciano Huck, entre outros.

Todos eles fazem oposição a Bolsonaro e estão apreensivos com as ameaças do presidente da República ao regime democrático, sobretudo por ele participar ostensivamente de protestos de seus aliados pedindo o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF), além de intervenção militar e a criação de um novo AI-5.


Algumas outras personalidades importantes foram convidadas a participar, chegaram a concordar em apoiar o ato, mas desistiram às vésperas do evento. Foi o caso dos ex-presidentes Michel Temer e José Sarney, assim como do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).






Mais posts

Ver mais

Copyright © 2022 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.