Comportamento

Movimento Extinction Rebellion ocupa shopping em Paris por 17h

Movimento Extinction Rebellion ocupa shopping em Paris por 17h

A hora da degradação chegou, diz pichação no Shopping Italie 2, de Paris, ocupado em 5 de outubro de 2019 pelo movimento Extinction Rebellion - AFP

Centenas de ambientalistas ocuparam por 17 horas um shopping em Paris, com momentos de tensão entre os ativistas e as forças de segurança, durante a primeira mobilização de uma semana de protestos convocada pelo grupo Extinction Rebellion (XR).

Na madrugada de domingo (6), às 4h (23h de sábado em Brasília), decidiram abandonar o local, relatou o representante do movimento.

Criado há um ano, o Extinction Rebellion prevê ações em 60 cidades de todo mundo a partir desta segunda. A expectativa é de participação de milhares de pessoas. Em Londres, por exemplo, serão organizados bloqueios que devem durar mais de suas semanas.

Os ativistas mantêm em segredo seu programa de atuação, que deve incluir ocupações de locais públicos e bloqueio do tráfego.

Em sua primeira mobilização, centenas de manifestantes, muitos deles membros do XR, ocuparam o shopping Italie 2, no sudeste de Paris, classificando o estabelecimento comercial como “símbolo do capitalismo”.

Alguns decidiram o ocupar o local durante a noite, apesar da pressão policial para que deixassem o shopping.

Segundo imagens transmitidas ao vivo pelas redes sociais, as forças de segurança recorreram a gás lacrimogêneo para dispersar a multidão, enquanto tentavam entrar no prédio. Os acessos ao edifício haviam sido bloqueados pelos manifestantes com mesas e cadeiras.

De madrugada, os ativistas decidiram sair por sua própria conta, depois que os agentes interromperam a intervenção e recuaram, montando guarda nos arredores do prédio.