Economia

Movimento do comércio tem primeira alta mensal do ano em junho, de 1,3%

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, cresceu 1,3% em junho deste ano na comparação com maio, já descontados os efeitos sazonais, de acordo com dados apurados pela Boa Vista/SPC. É a primeira alta após seis meses consecutivos de retração no movimento. Se comparado ao mesmo mês do ano passado, no entanto, o indicador caiu 1,7%, enquanto no acumulado do ano subiu 1,4%.

“Ainda é cedo para falar em retomada das vendas do comércio”, avalia a consultoria. “Fatores como o alto nível de desemprego e subutilização da mão de obra, menor confiança e tímido crescimento de renda continuam sendo os principais entraves para uma evolução mais robusta do setor”.

A Boa Vista/SPC entende, por outro lado, que a liberação de recursos de contas ativas do FGTS deve trazer uma injeção de ânimo para o comércio, eventualmente revertendo a trajetória de desaceleração das vendas observada desde o ano passado.

Todos os principais setores acompanhados pela consultoria registraram crescimento das vendas na análise mensal, com “móveis e eletrodomésticos” liderando as altas ao crescer 0,6%. Na sequência, “combustíveis e lubrificantes” avançaram 0,5%, e “tecidos, vestuários e calçados” subiram 0,3%.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Veja também

+ Os 20 carros mais vendidos em julho de 2020

+ Nova R3 2021 chega com novas opções de cores e grafismos a partir de R$ 26.490

+ Yudi Tamashiro e Mayara de Lara assumem namoro

+ Juliana Caetano se reúne com amigas para divulgar reality show Mansão Bonde’

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?