Brasil

Mourão critica PSB por hino socialista em congresso e é desmentido pelo partido

O vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) publicou no Twitter uma crítica indireta ao PSB, que veiculou nesta quinta-feira, 28 – na presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) -, o hino da Internacional Socialista durante o Congresso da Autorreforma do partido. “Os brasileiros que verdadeiramente amam o Brasil e o seu povo cantam o Hino Nacional, já os outros…”, publicou o general. A sigla, no entanto, respondeu a Mourão na rede social com um vídeo dos presentes cantando, também, o Hino Nacional.

“Muito gentil de sua parte nos ajudar a esclarecer as fake news, sr. vice-presidente”, escreveu o perfil do PSB, em tom de ironia, junto ao vídeo da solenidade, para provar que os dois hinos foram entoados.


Alckmin, pré-candidato a vice-presidente na chapa de Lula, não cantou o hino socialista, mas o aplaudiu ao lado do presidente do PSB, Carlos Siqueira, responsável pela guinada à esquerda da legenda que no segundo turno da disputa presidencial de 2014 apoiou o tucano Aécio Neves na disputa contra Dilma Rousseff.

O hino da Internacional Socialista foi instituído em 1951 para marcar a união de partidos socialistas e social-democratas em todo o mundo.

Após anos de distanciamento do presidente Jair Bolsonaro (PL), o vice-presidente será candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul com apoio do chefe do Executivo.