Geral

Motorista mata mulher grávida: “Fiz besteira”

Crédito: Reprodução TV/TV Anhanguera

Aginaldo Cuelho invadiu a casa da esposa e a matou com um tiro na cabeça (Crédito: Reprodução TV/TV Anhanguera)

Após confessar que matou a mulher, Denise da Silva, de 34 anos, que estava grávida de 4 meses, Aginaldo Veríssimo Cuelho, 50, afirmou que agiu por impulso e está arrependido, segundo informações do site G1. O motorista revelou ainda resolveu até a casa dela para ‘tirar satisfação’ após suspeitar de traição.

“Fiz besteira. Estou arrependido por tudo que eu fiz. Ninguém merecia isso, nem ela, nem eu. Minha vida acabou”, disse Cuelho ao G1.

O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (4), em uma rua próxima à casa da vítima, no Setor Orienteville, em Goiânia. De acordo com as investigações, o casal estava separado. O motorista arrombou a porta da casa e começou a discutir com a mulher. Após ser agredida, ela tentou fugir, mas acabou baleada na cabeça.

O motorista foi indiciado por feminicídio duplamente qualificado, pelo fato da vítima estar grávida e por ter ocorrido na presença de uma criança.