Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Ismael Oliveira Silva, de 47 anos, foi demitido da Record após registrar Boletim de Ocorrência na polícia contra o apresentador Geraldo Luis. De acordo com informações do jornalista Daniel Castro, do Notícias da TV, o motorista prestará queixa-crime para gerar abertura de um inquérito e, posteriormente, uma ação criminal por injúria racial contra o apresentador.

Além disso, de forma paralela, o motorista entrará com um processo na Justiça Trabalhista por assédio moral contra Geraldo Luis.

O apresentador, por sua vez, nega as acusações e ainda afirma que tem em “suas veias sangue afrodescendente”. Por meio de seu advogado, ele também diz que “as afirmações são absurdas e absolutamente inverídicas”.

Ismael Oliveira Silva diz que vinha sofrendo com diversas humilhações de Geraldo Luis há quase uma década. “Desde 2010, ele tinha mania de me chamar de porcaria e neguinho”, afirmou o motorista ao Notícias da TV.

Em agosto deste ano, o motorista cansou das humilhações e abriu uma queixa no departamento de Recursos Humanos. No entanto, Geraldo Luis foi considerado inocente.

O registo do Boletim de Ocorrência contra Geraldo Luis custou o emprego de Ismael, que foi afastado definitivamente da emissora na última sexta-feira, dia 16.