Geral

Motorista de app é esfaqueada por passageiro e pede ajuda: “Tô morrendo”

Crédito: Reprodução

Audineth Aguiar levou 15 facadas durante uma tentativa de assalto (Crédito: Reprodução)

A motorista de aplicativo Audineth Aguiar, de 44 anos, levou 15 facadas durante uma corrida, em Campo Grande (MS), na sexta-feira (20).


+ Voltz lança triciclo elétrico voltado a entregas; conheça o Miles
+ Britney Spears posa nua em sua mansão e provoca fãs
+ FGTS: Saque de R$ 1.000 pode ser barrado mesmo com saldo; saiba em quais condições
+ Casamento de Lula: festa milionária ridades e luxo>
+
‘Horripilante’, diz mulher após pagar R$ 1,7 mil em procedimento para sobrancelha

De acordo com a vítima, o passageiro estava quieto durante a corrida e ela não desconfiou de nenhuma atitude suspeita. As informações são do G1.

“Não teve anúncio de assalto, simplesmente começou a socar meu rosto e eu comecei a buzinar e acelerar. Ele começou a furar meu braço e meu pescoço com uma faca e se jogou do carro. Quando passei a mão no rosto, senti o sangue escorrendo”, disse ao G1.

Após o ataque, a motorista acionou o socorro por meio de um sistema de gravação utilizado por motoristas de aplicativo. “Eu tô cortada, eu tô morrendo. Me furou toda de faca. Olha aí, olha onde eu tô. Moço, me socorre, eu fui assaltada, ele me furou toda de faca. Tô toda furada, me ajuda a chegar até o posto”, diz a motorista na gravação.

Audineth foi levada para a Santa Casa na madrugada de sábado (21). A motorista passou por uma cirurgia plástica, onde foi feita as suturas no rosto e na orelha, ambos feridos por faca. Além disso, o braço direito também foi operado.

Conforme o hospital, a motorista está consciente, orientada, respira sem auxílio de aparelhos e faz uso de medicações.