Geral

Morte de crianças com Covid-19 voltou a crescer em dezembro

O início da vacinação de crianças contra a Covid-19 pode reverter um dado preocupante registrado no fim de 2021, mais precisamente de dezembro. Segundo informações divulgadas pelo UOL, a variante ômicron provocou aumento de internações e mortes em crianças no fim do ano passado, contrastando com a queda nessas taxas na população vacinada, a partir de 12 anos.


A reversão na taxa de mortes de crianças começou justamente com o desembarque da ômicron no Brasil, em novembro de 2021, ainda segundo informações do UOL, de dados coletados pela Info Tracker, plataforma de monitoramento da pandemia da USP e Unesp.

Entre julho e novembro, a morte de crianças de 0 a 11 anos seguiu a mesma tendência dos adultos, de queda. Porém, em dezembro, as mortes nessa faixa etária subiram para 44%, contra queda de 50% entre adultos e adolescentes a partir de 12 anos, que já puderam tomar vacina desde setembro.

Nas internações, a tendência começou um mês antes entre as crianças. Os casos envolvendo pessoas com mais de 12 anos caíram 26% de outubro para novembro, e mais 3,3% no mês seguinte. A curva de crianças de 0 a 11 anos, porém, mudou de direção, subindo 34% de outubro para novembro, e 64% de novembro para dezembro.

O aumento de casos positivos da Covid-19 também sofreu aumento, de 3,3% para 50,8% entre 27 de dezembro e 18 de janeiro, segundo testes do Grupo Pardini, rede com laboratórios em todo País.