Cultura

Morre Umberto Lenzi, ícone do cinema policialesco italiano

ROMA, 19 OUT (ANSA) – Morreu nesta quinta-feira (19), aos 86 anos, o cineasta italiano Umberto Lenzi, conhecido pelos seus filmes policialescos e de “spaghetti western”, o faroeste à moda do país da bota.   

O diretor estava internado em um hospital do distrito de Ostia, em Roma, mas a causa do falecimento não foi informada.   

Nascido em 6 de agosto de 1931, em Massa Marittima, na Toscana, Lenzi foi um dos maiores expoentes do gênero policialesco italiano, com clássicos como “Milano odia: la polizia non può sparare”, “Roma a mano armata” e “Napoli violenta”.   

Em sua carreira, dirigiu mais de 60 filmes e também publicou 10 romances policiais, todos a partir de 2008. (ANSA)