Comportamento

Morre o ex-senador dos EUA Richard Lugar, defensor do desarmamento nuclear

Morre o ex-senador dos EUA Richard Lugar, defensor do desarmamento nuclear

Richard Lugar em junho de 2010, em Washington - GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos

O ex-senador republicano Richard Lugar, um dos principais nomes da política americana durante 30 anos e defensor do desarmamento atômico, morreu neste domingo aos 87 anos, anunciou o centro de pesquisa que o ex-político criou após deixar o Congresso.

O ex-senador faleceu em um hospital de Fairfax, no estado da Virgínia, devido a uma polineuropatia desmielinizante inflamatória crônica (PDIC), uma doença neurológica rara que afeta os músculos, de acordo com o comunicado do Lugar Center.

Prefeito de Indianápolis de 1968 a 1975, foi eleito senador de Indiana pela primeira vez em 1977, e reeleito regularmente durante 35 anos, até que um candidato da ala mais conservadora do partido republicano, o Tea Party, ficou com sua vaga no pleito de 2012.

Quando deixou o Senado, tinha 80 anos e era o legislador mais idoso da casa. Ocupou duas vezes o posto de presidente do comitê de Assuntos Exteriores, onde se mostrou particularmente ativo nos temas ligados ao desarmamento nuclear.

Em 1992, após a queda da União Soviética, iniciou, ao lado do senador democrata Sam Nunn, uma lei que facilitava o desmantelamento do armamento nuclear, biológico e químico do antigo bloco soviético.

Lugar deixa esposa, com quem foi casado por 63 anos, e quatro filhos.