Cultura

Morreu Marie Fredriksson, vocalista da banda sueca Roxette

Morreu Marie Fredriksson, vocalista da banda sueca Roxette

Marie Fredriksson em Colônia, Alemanha, em 19 de março de 2011 - AFP/Arquivos

A cantora da banda sueca Roxette, Marie Fredriksson, voz dos hits “It must have been love” e “The look”, morreu nesta segunda-feira, em decorrência de um câncer, anunciou nesta terça-feira sua agência.

• Cantor sertanejo Juliano Cezar morre após sofrer um infarto em pleno show

“É com grande tristeza que devemos anunciar que Marie Fredriksson, do grupo Roxette, morreu na manhã de 9 de dezembro, depois de 17 anos de luta contra o câncer”, disse Dimberg Jernberg Management em comunicado.

Marie Fredriksson, de 61 anos, era tratada desde 2002 por um tumor no cérebro. Em remissão, saiu em turnê e voltou aos estúdios em 2010, mas seis anos depois seus médicos a aconselharam a descansar.

A banda Roxette, formada em 1986 pelo guitarrista Per Gessle e pela cantora Marie Fredriksson, vendeu quase 80 milhões de álbuns em todo o mundo e acumulou hits, incluindo “The look”, “Listen to your heart” ou “It must have been love”.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

“Você era uma música formidável, uma cantora excepcional, uma artista imensa. Obrigado por adicionar cores maravilhosas às minhas músicas em preto e branco”, reagiu Per Gessle.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel