Mundo

Morre ex-premiê da Itália Ciriaco De Mita


ROMA, 26 MAI (ANSA) – Morreu nesta quinta-feira (26), aos 94 anos de idade, o ex-primeiro-ministro da Itália Ciriaco De Mita, histórico líder da extinta Democracia Cristã.   

O ex-premiê faleceu em um asilo de Avellino, cidade da região da Campânia e situada perto de Nusco, município de menos de 4 mil habitantes do qual era prefeito desde 2014.   

A causa do óbito não foi divulgada, mas De Mita havia sido operado em fevereiro passado por causa de uma fratura no fêmur em função de uma queda.   

Por meio de um comunicado, o primeiro-ministro Mario Draghi expressou o “mais sentido luto” pela morte de um “protagonista da vida parlamentar e política italiana na esquerda democrata-cristã”.   

+ Rafa Kalimann posa nua em sacada de hotel, veja fotos


“Ele se empenhou até o fim nas instituições locais, como prefeito do município de Nusco. À família, as condolências de todo o governo”, diz a nota.   

Já o presidente da República, Sergio Mattarella, afirmou que a notícia da morte do ex-premiê é “motivo de grande tristeza”. “De Mita viveu como protagonista uma longa temporada política, e o fez com coerência, paixão e inteligência. Seu empenho político sempre teve como centro a ideia da democracia possível”, disse o mandatário em um comunicado.   

O funeral do ex-primeiro-ministro será realizado às 18h30 (horário local) desta sexta-feira (27), em uma igreja de Nusco, com a presença de Mattarella.   

Ministro de várias pastas ao longo da década de 1970, De Mita foi secretário da Democracia Cristã, o partido dominante na política italiana no pós-guerra, entre 1982 e 1989, tendo servido como premiê por pouco mais de um ano, entre abril de 1988 e julho de 1989.   

Após o colapso da DC em função da Operação Mãos Limpas, no início dos anos 1990, De Mita continuou ativo na política e foi deputado entre 1996 e 2008 por partidos de centro. Além disso, foi eurodeputado de 1988 a 1994, de 1999 a 2004 e de 2009 a 2014. (ANSA).