Esportes

Morre em Minas Gerais advogado suspeito de envolvimento em fraudes do Cruzeiro

Crédito: Reprodução OAB

Ildeu da Cunha Pereira Sobrinho, ex-advogado do Cruzeiro, morreu nesta terça-feira (25), aos 58 anos. O conselheiro do clube mineiro estava na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, quando teve um infarto fulminante.

O nome de Ildeu ficou conhecido em junho de 2019 após ele ser preso pela Polícia Federal. Na ocasião, o advogado Carlos Alberto Arges Júnior e os policiais federais Márcio Marra e Paulo de Oliveira, também foram detidos.

O ex-advogado da Raposa era investigado por irregularidades da diretoria comandada por Wagner Pires de Sá. A prisão dos suspeitos foi viabilizada por meio do desdobramento da Operação Capitu, de 2018, que investigava um possível esquema criminoso no Ministério da Agricultura.

Sobrinho foi alvo novamente de investigação da Polícia Federal em outubro do último ano. De acordo com a PF, Ildeu desviava dinheiro do Cruzeiro para “beneficiários”.

No Cruzeiro, o ex-advogado foi superintendente jurídico do clube de 2003 a 2008.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Patrick Estrela, de Bob Esponja, vai ganhar série própria

+ Sylvester Stallone coloca seu Cadillac Escalade personalizado à venda; confira!

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?