O cantor e guitarrista Danny Laine morreu, nesta terça-feira, 4, aos 79 anos. Ele era mais conhecido por ter fundado a banda Wings – também chamada de Paul McCartney & Wings – ao lado do ex-Beatle em 1971. A informação foi divulgada pela mulher dele, Elizabeth Hines, em uma publicação nas redes sociais.

O músico sofria de doença pulmonar intersticial (DPI), que causa a formação progressiva de cicatrizes no tecido pulmonar. “Meu mundo nunca mais será o mesmo. Denny era uma pessoa incrivelmente maravilhosa, tão amoroso e doce comigo. Ele tornou meus dias coloridos, divertidos e cheios de vida – assim como ele. Obrigada, querido, por me amar, por todas as risadas, amizade, diversão e por me pedir para ser sua mulher. Eu o amarei para sempre”, escreveu Elizabeth.

Laine também foi um dos fundadores da banda de rock Moody Blues, que abriu shows para os Beatles nos anos 1960. Foi assim que o músico conheceu McCartney, que acabou convidando Laine para compor o Wings junto de Linda McCartney depois de lançar dois discos solo.

Ele permaneceu na banda até seu fim, em 1981, e esteve presente em todos os sete discos lançados por ela. Entre as faixas mais famosas do Wings, estão hits como Band On The Run, que também dá nome ao álbum lançado em 1973, e Live And Let Die, do mesmo ano.

Na tarde desta terça, McCartney lamentou a morte do ex-companheiro de banda. “Fiquei muito triste ao saber que meu ex-companheiro de banda, Denny Laine, morreu. Tenho muitas boas lembranças do meu tempo com Denny: desde os primeiros dias em que os Beatles faziam turnês com os Moody Blues”, escreveu.

“Nossas duas bandas tinham muito respeito uma pela outra e se divertiam muito juntas. Denny entrou para o Wings logo no início. Ele era um excelente vocalista e guitarrista. Sua performance mais famosa é provavelmente Go Now, uma antiga canção de Bessie Banks que ele cantava brilhantemente. Ele e eu escrevemos algumas músicas juntos, sendo a mais bem-sucedida Mull of Kintyre, que foi um grande sucesso nos anos 1970. Nós nos afastamos, mas nos últimos anos conseguimos restabelecer nossa amizade e compartilhar lembranças de nossos tempos juntos”, continuou.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

“Denny era um grande talento com um ótimo senso de humor e estava sempre pronto para ajudar outras pessoas. Ele fará falta para todos os seus fãs e será lembrado com muito carinho por seus amigos. Envio minhas condolências e votos de felicidades à sua mulher, Elizabeth, e à sua família. Paz e amor, Denny. Foi um prazer conhecê-lo. Todos nós sentiremos sua falta”, completou.

Atualmente, o ex-Beatle está no Brasil para realizar oito apresentações em cinco cidades. Ele já passou por Brasília e Belo Horizonte e ainda faz shows em São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro. Todos os ingressos estão esgotados.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias