Comportamento

Morre aos 107 anos a viúva do escritor francês Céline

Morre aos 107 anos a viúva do escritor francês Céline

(Arquivo) O escritor Louis-Ferdinand Céline, em Paris no dia 12 de outubro de 1951 - AFP/Arquivos

Lucette Destouches, a viúva do escritor francês Louis-Ferdinand Céline, morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 107 anos, informou David Alliot, biógrafo do autor de “Viagem ao fim da noite”.

“Lucette Destouches morreu em paz esta noite, enquanto ela dormia”, disse à AFP o biógrafo da viúva de Céline, autor de vários panfletos antissemitas no início da Segunda Guerra Mundial.

“Era minha fantasia”, escreveu o autor de “Morte a Crédito” ao falar de sua esposa.

Lucie Almansor, uma ex-dançarina, conheceu o escritor, 20 anos mais velho que ela, em 1936.

Eles se casaram em 1943 e permaneceram juntos até sua morte, em 1961.

A viúva ainda morava na casa do casal em Meudon, perto de Paris.

Por muitos anos, Destouches se opôs que os violentos panfletos antissemitas de seu marido fossem publicados novamente na França, até que mudou de idéia em 2017.

Mas o projeto foi suspenso depois de um acalorado debate e protestos de associações judaicas.