Na manhã deste sábado, 8, morreu a economista Maria da Conceição Tavares, aos 94 anos. Considerada uma das principais referências no campo da economia, ela se destacou por suas contribuições ao pensamento desenvolvimentista e por seu papel na formação de várias gerações de economistas brasileiros.

Maria da Conceição Tavares nasceu em Anadia, em Aveiro, em Portugal, mas cresceu em Lisboa. A sua carreira no Brasil foi marcada por importantes passagens pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pelo Grupo Executivo de Indústria Mecânica Pesada (Geimape). Além disso, trabalhou também na Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), onde desenvolveu trabalhos influenciados por grandes economistas.

Entre suas obras mais importantes, destaca-se ‘Auge e Declínio do Processo de Substituição de Importações no Brasil’, de 1972, que trouxe análises profundas sobre a economia brasileira e suas transformações.