Mordomias no TCU

Crédito: DIDA SAMPAIO

VIDA BOA O ministro do TCU José Mucio Monteiro deixou o tribunal com uma bolada na conta (Crédito: DIDA SAMPAIO)

Ao se aposentar no Tribunal de Contas da União (TCU), no final de dezembro do ano passado, o ministro José Mucio Monteiro saiu com um gordo holerite. Só a título de indenização por férias não gozadas, ele embolsou R$ 312 mil. Um escândalo. O tribunal alega que nos últimos quatro anos o ministro só desfrutou de sete dias de férias. Nada mais falso. Afinal, os ministros do TCU têm 60 dias de férias por ano, uma regalia que nenhum trabalhador possui. Sem contar que os nove ministros do tribunal recebem salários que ultrapassam, em muito, o teto constitucional de R$ 39,2 mil. Muitos deles chegam a ganhar até R$ 78 mil mensais, já que recebem vários penduricalhos, como diárias por viagens realizadas para auditorias e ressarcimentos de despesas médicas.

Privilégios

A função dos ministros do TCU é a de fiscalizar as contas do governo, mas eles acabam apenas referendando os gastos públicos, já que são indicados pelo presidente da República, que, invariavelmente, nomeia algum de seus apaniguados. Mucio Monteiro foi indicado por Lula em 2009 e ficou 11 anos no tribunal, recebendo os mais variados privilégios.

Jorginho

Para o lugar de Mucio, Bolsonaro nomeou o amigo Jorge Oliveira, que até 31 de dezembro era ministro da Secretaria-Geral da Presidência. Jorginho, como o presidente o chama, tem 46 anos e poderá ficar no cargo até completar 75 anos, quando a aposentadoria é compulsória. Ou seja, vai poder se deleitar das benesses do tribunal até 2049.

Autódromo do Rio engavetado

WILTON JUNIOR

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou na segunda-feira, 1, ter desistido oficialmente da construção do Autódromo de Jacarepaguá, na Floresta do Camboatá, na Zona Oeste da cidade. O investimento bilionário era uma promessa de Bolsonaro, que queria levar a Fórmula 1 para o Rio. A prefeitura vai criar uma unidade de conservação na área, que tem 200 mil árvores, num terreno de Mata Atlântica.

Retrato falado


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

O senador Alessandro Vieira ingressou com uma ação na Justiça no último dia 27 para anular ato de Guedes que determinou um corte de 68,9% na importação de equipamentos e insumos destinados à pesquisa científica, o que afetará a capacidade de produção de vacinas do Butantan e da Friocruz. Em 2020, as importações atingiram R$ 1,6 bilhão e este ano não poderão passar de R$ 499,6 milhões. Depois, Bolsonaro não sabe por que o Brasil depende da China para produzir os imunizantes.

Toma lá dá cá

Rose de Freitas, senadora do MDB-ES (Crédito:Jefferson Rudy)

Houve machismo contra a eleição de Simone Tebet no Senado?
Sempre há machismo no Congresso, mas neste debate não. Até porque, a Simone foi incentivada a se lançar candidata várias vezes. O que faltou foi olhar o momento político.

A senhora recebeu oferta de cargo ou emendas para votar em Rodrigo Pacheco?
Faltou coragem a eles. Se você chega ao processo vendido, não chega com dignidade para exercer seu trabalho político. Com o passar dos anos, as pessoas sabem em que porta bater para fazer isso. Não na minha.

Como a senhora analisou a compra de votos na eleição do Congresso?
Isso nunca deixou de existir. Nenhum presidente deixou de atender sua base de sustentação com a oferta de
cargos e emendas.

Nova emergência

O recrudescimento da Covid-19 pressiona o governo a introduzir uma nova rodada de auxílio emergencial para evitar o caos social provocado pela falta de renda das famílias. É consenso que a miséria absoluta em que se encontravam pelo menos 63 milhões de brasileiros no ano passado só foi aplacada graças à ajuda de R$ 600 mensais. Assim, o Brasil conseguiu reduzir a pobreza extrema em 2020 para 4,5% da população (ou 9,4 milhões de pessoas), o mais baixo número da história. Com o fim da medida, no entanto, a pobreza extrema volta a bater à porta de milhões de pessoas. Em janeiro, 27 milhões voltaram à condição de pobreza extrema novamente.

Vai quebrar

Bolsonaro diz que um novo auxílio emergencial quebrará a economia e que se ele tiver que ser reintroduzido verbas de outros setores essenciais, como na Educação e na Segurança, precisarão ser cortadas. Guedes, porém, acha que novos tributos deverão ser introduzidos, como é o caso da nova CPMF.

Barganha

Para acomodar os vitoriosos na eleição da Câmara, Bolsonaro terá que ceder espaço ao Centrão. No Ministério da Cidadania, o presidente substituirá Onix Lorenzoni, que vai para a Secretaria-Geral da Presidência, por alguém indicado pelo deputado Marcos Pereira (foto), do Republicanos. Esse ministério tem um cobiçado orçamento de R$ 104 bilhões.

Divulgação

Pazuello

Outro ministério alvo da cobiça é o da Saúde, com um orçamento de R$ 170 bilhões. O PP quer que a pasta vá para Ricardo Barros. Bolsonaro vai ter que rifar o general Pazuello, mesmo a contragosto. O grupo quer também
a Educação e exige que Bolsonaro recrie o Ministério da Indústria e Comércio. Bolsonaro fica, definitivamente, nas mãos do Centrão.

O fisiologismo voltou com força

Para eleger seus preferidos no Congresso, Bolsonaro teve que abrir as porteiras dos cargos e das emendas parlamentares. O campeão no toma lá dá cá no recebimento de emendas em troca do empenho na eleição de Rodrigo Pacheco foi o senador Davi Alcolumbre, que recebeu R$ 329,4 milhões de verbas públicas.

Rápidas

* O presidente do STF, Luiz Fux, queria que a sessão de reabertura do tribunal na segunda-feira, 1, fosse virtual por causa da Covid, mas Bolsonaro fez questão de comparecer, obrigando a Corte a promover um evento híbrido: alguns ministros participaram remotamente.

* Descartado como vice na chapa de Bolsonaro para 2022, e tido como persona non grata no gabinete presidencial após um de seus assessores ter articulado o impeachment, o general Mourão deve ser candidato ao Senado.

* Doria comemorou o levantamento do Instituto Paraná Pesquisas para presidente feito em janeiro, apontando que, após o início da vacinação, suas intenções de voto dobraram. Em dezembro, estava com 3% e, agora, está com 6,7%.

* O ex-presidente do BC Armínio Fraga diz que a agenda liberal de Bolsonaro para a economia “já era”. Fraga vai preparar o plano de governo do apresentador da TV Globo Luciano Huck, caso ele decida ser candidato.

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.