Mundo

Morales mantém liderança, mas vantagem para Mesa registra leve queda

Morales mantém liderança, mas vantagem para Mesa registra leve queda

Manifestantes enfrentam a polícia em La Paz, em 22 de outubro de 2019 - AFP

O presidente boliviano, Evo Morales, registrava nesta quarta-feira 46,4% dos votos, contra 37,07% de seu principal rival, Carlos Mesa, após a apuração de 95% dos votos válidos, uma leve queda na vantagem do chefe de Estado.

De acordo com os resultados das eleições presidenciais de domingo, publicados pelo site do Órgão Eleitoral Plurinacional (OEP) da Bolívia, Morales, que tenta o quarto mandato, foi o candidato mais votado.

A Constituição boliviana estipula que um candidato a presidente consegue a eleição no primeiro turno se conquistar 50% mais um dos votos ou se superar a barreira de 40% e registra 10 pontos de vantagem para o segundo colocado.

No momento, a vantagem de Morales para Mesa é inferior a 10%, o que significa segundo turno.

Organizações civis na Bolívia iniciaram nesta quarta-feira uma greve geral e o país é cenário de protestos há dois dias, uma consequência da desconfiança a respeito das autoridades eleitorais.

Na terça-feira, centenas de opositores enfrentaram a polícia no centro de La Paz, perto da sede do OEP, aos gritos de “fraude”.