Brasil

Moradores do viaduto 9 de julho serão levados para abrigo em 90 dias, diz Doria

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou há pouco que os moradores de rua no viaduto da 9 de julho devem ser transferidos para abrigos municipais em até 90 dias. “Aquilo é transitório”, afirmou ao ser questionado sobre as telas que foram colocadas na região da Praça XIV Bis, no Centro, onde se concentram pessoas em situação de rua. A ação da prefeitura foi polêmica e trouxe críticas à nova gestão, que chegou a ser taxada de higienista.

Segundo Doria, os moradores serão encaminhados para “Espaços Vida” em um prazo limite de 90 dias. Esses espaços, segundo a secretária de assistência Social, Sônia Francine, devem acolher toda a população, especialmente àqueles com dependência química. Para ela, o prazo dado pelo prefeito é suficiente para atender a população do viaduto, mas afirmou que isso deverá ser um trabalho contínuo por toda a cidade.


Um dos pontos ressaltados pelo prefeito e pela secretária é que os abrigos deverão ter horários de atendimento ampliados. “Eles não vão ser mais obrigados a sair às 6h”, disse Doria.