Economia

Montes cita R$330 bi para Plano Safra em negociação com Economia

Montes cita R$330 bi para Plano Safra em negociação com Economia

Colheita de soja

SÃO PAULO (Reuters) – O Plano Safra, principal instrumento governamental para financiamento à agricultura do Brasil, será “robusto”, podendo alcançar 330 bilhões de reais em recursos, disse o ministro da Agricultura, Marcos Montes, conforme uma nota da pasta nesta quarta-feira.

Em entrevista à Reuters no início de maio, ele havia dito que buscaria algo próximo de 300 bilhões de reais para o plano 2022/23, o que já superaria o montante destinado para a temporada anterior em quase 50 bilhões de reais.

O aumento ocorre em meio a uma maior necessidade de recursos diante da alta dos custos e da inflação. Anteriormente, ele disse ainda que o governo tenta equilibrar a oferta de crédito com os juros, impulsionados pela alta da Selic.

“O Plano Safra 2022/23 não é só nosso, mas mundial, por isso precisamos de um plano mais robusto para o Brasil poder exercer suas funções mais fortemente ainda”, disse ao participar de audiência na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados.

Ele citou também, conforme o comunicado, que trabalha para para a destinação de pelo menos 22 bilhões de reais de recursos do Tesouro Nacional para equalização de juros em 2022/2023, um nível próximo do que pede o setor agropecuário.

Para o seguro rural, a meta é alcançar orçamento de 2 bilhões de reais em 2023.

Com os recursos, o governo concede um auxílio financeiro ao produtor para a contratação da apólice, tornando-a mais acessível, por meio do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR).

(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4P000-BASEIMAGE





Tópicos

Updated