Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Mulheres que estiveram presas com Monique Medeiros no Instituto Penal Oscar Stevenson, presídio em Benfica, na Zona Norte do Rio, relataram que ela admitiu ter praticado “atos libidinosos” com um advogado dentro da cadeia. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap-RJ) abriu um procedimento para investigar os relatos.

A mãe do menino Henry dividia a cela com um grupo de seis internas, todas presas por crimes de grande repercussão no Rio de Janeiro. Segundo o portal “G1”, o que ficou evidente, também, é que a relação da mãe de Henry com as outras detentas era longe de ser pacífica.