ISTOÉ Gente

Modelo recebe apoio de Neymar após relato de agressão

Crédito: Reprodução/Instagram

Anna Figueiredo relatou na tarde desta segunda-feira (26), via redes sociais, que foi alvo de violência doméstica. Ela mostrou as marcas de agressão e recebeu apoio de diversos famosos, inclusive de Neymar, que chegou a repostar o desabafo dela.

Tico Santa Cruz fala sobre fim de briga de 11 anos com Dudu Pelizzari

Datena perde a paciência com barulho e dá bronca na produção

Nos stories do Instagram a modelo fez o triste relato sobre a violência, e disse não ter procurado expor o caso antes por vergonha, além de não ter sido acolhida ou recebido apoio de quem sabia que ela estava passando por essa situação. “Desde, então, meus últimos dias após o acontecimento, tem sido muito difíceis… Me senti paralisada, estagnada, estacionada, morrendo de medo, apavorada, morrendo de medo, apavorada, envergonhada, me sentindo fraca, pequena, burra e sozinha no meio de uma escuridão sem fim”, contou.

“(A pessoa a todo momento escondeu o meu celular para eu não recorrer a socorro). Desesperador. Pessoas (do outro lado) sabendo do caso se calando, se neutralizando: ‘Não vou me meter’ e passando pano e a cada segundo, ocorrências do tipo MATANDO MILHARES DE MULHERES”, continuou Anna.

 Confira o relato completo de Anna:

“Hoje eu acordei super reflexiva. Fiquei de explicar o que hoje comigo durante essas últimas semanas e senti vergonha. Fiquei com o psicológico super abalado, estagnada, ainda tentando entender e digerir tudo. Esse ano não tem sido fácil, mas eu tenho certeza que lá na frente, Deus me mostrará o sentido das coisas.

Eu passei por uma das piores situações da minha vida. Uma situação que nem nos meus piores pesadelos eu imaginava viver algum dia. Desde, então, meus últimos dias após o acontecimento, tem sido muito difíceis… Me senti paralisada/estagnada/estacionada, morrendo de medo, apavorada, morrendo de medo, apavorada, envergonhada, me sentindo fraca, pequena, burra e sozinha no meio de uma escuridão sem fim.

Passando noites em claro, sem conseguir dormir atormentada, tendo crises de pânico e choro do nada ao lembrar de tudo que senti e vivi naqueles momentos. Acordar suando frio após cochilar e não ter um sono em paz sem ter pesados já virou rotina nesses últimos dias. As cenas, os flashes, não saem da minha cabeça.

Eu literalmente não estou conseguindo lidar. Meus amigos, minha família e todas as pessoas que me amam e estão ao meu lado tem sido a minha única fortaleza! Só Deus sabe como foram os momentos de desespero e pavor por pensar que iria morrer de tanto ser agredida! E só Deus sabe também o quanto é difícil estar expondo isso aqui.

Eu me lembro dos momentos como se estivesse revivendo agora, a cada momento. Com socos na cara, chutes, tapas e mais tapas na cara, arrastões pelo chão como se eu fosse um saco de lixo, ser jogada contra a parede e ter a minha cabeça batida contra a parede e mais e mais socos, tapas. Ser jogada na cama e enforcada até mal conseguir respirar, ver tudo preto, parar de ouvir som e ser ‘acordada’ com mais agressão… Com o rosto inchado, sangrando, chorando e suplicando em PARA!

E a todo momento sendo amedrontada, ameaçada, sentindo culpa por estar apanhando pelo terror psicológico que estava sendo feito como se eu merecesse aquilo! Escutando: “SABE O QUE TE FALTOU NA VIDA? AGRESSÃO PARA APRENDER A SER MULHER”. Escutando que eu agredi e a pessoa se defendeu, que a pessoa é a vítima e eu sou a culpada!

(a pessoa a todo momento escondeu o meu celular para eu não recorrer a socorro). Desesperador. Pessoas (do outro lado) sabendo do caso se calando, se neutralizando: “Não vou me meter” e passando pano e a cada segundo, ocorrências do tipo MATANDO MILHARES DE MULHERES.

É MUITO DIFÍCIL FAZER ISSO… MAS É PRECISO. ME SINTO RESPONSÁVEL POR MULHERES QUE POSSAM PASSAR PELA MESMA SITUAÇÃO.”



Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio