Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A modelo brasileira Jennifer Pamplona usou suas redes sociais para denunciar que teria sido vítima de violência cirúrgica em Istambul, na Turquia. Com uma série de fotos com hematomas, cortes e inchaços no rosto, que teriam sido causados pelas intervenções cirúrgicas, ela usou a web para denunciar que foi vítima de maus-tratos.

“Agora que eu não ligo muito pro que as pessoas pensam, a verdade sempre tem que ser dita. Há poucos dias, minha vida se tornou um pesadelo que eu nunca imaginei viver. Fui maltratadada no hospital onde fiz a cirurgia, fui maltratada pelo médico. Tive problemas após a cirurgia, que quase me levou à morte. Eu implorava pelo remédio para dor e para eles virem me limpar”, começou Jennifer, que divulgou diversos cliques de seu rosto.

“Tive um acúmulo de sangue do lado esquerdo que me levou a anestesia duas vezes em menos de 7 dias, todos eram muito grossos e os maus-tratos foram terríveis. Ele pegou uma faca e ficava tentando arrancar o sangue e eu gritava muito. Eu só queria passar por um procedimento, me recuperar e voltar para minha rotina”, completou.

“Tinha uma piscina de sangue no médico, que pegou uma faca enquanto tentava cortar meu rosto para tirar o sangue sem anestesia. Eu apenas queria que a cirurgia terminasse, queria voltar à minha rotina, mas se tornou um pesadelo que nunca imaginei viver na minha vida”, ainda postou Jennifer.

“Foram muitos dias de luta para me manter viva, com meu rosto inteiro entrando em infecção. E o que recebi de pessoas que diziam ser meus amigos, julgamentos, os famosos carrapatos de pessoas falsas que grudaram em mim depois da fama. Eu me liberto quando falo a verdade”, completou.

“Ele pegou meu sangue e depois colocou dentro de mim novamente sem me informar, muito grosso que perfurou minha veia com muita força. Vivi um pesadelo. Por isso que eu falo: pesquisem mil vezes antes de qualquer procedimento”, alertou Jennifer.

“Não me limpavam nem me ajudavam a comer. Pedi ajuda várias vezes, chorei por morfina, porque só aguentava a dor com morfina”, ainda relatou a modelo, que chegou a criticar excesso de cirurgias plásticas, às quais ela mesma já recorreu ao longo dos anos.

“Meu rosto quase necrosou. Eu não tive nenhuma assistência e tive uma infecção. Lutei pela vida sozinha. Eu faço um apelo às mulheres: esqueçam toda essa merda das Kardashians, elas fazem esses procedimentos e não mostram. Elas mentem o tempo todo e fingem ter uma vida perfeita. A vida não é perfeita.”

Jennifer ainda reebeu apoio de fãs, expondo algumas das mensagens que recebeu na web. “Oh, minha princesa, não acredito. Nossa, tô muito triste, mas tenho fé que tudo vai ficar bem. Você sabe que tem uma amiga aqui pode contar comigo sempre. Vou estar em oração por você. É o mínimo que posso fazer, mas tenho certeza que Deus está pertinho de você e vai restaurará suas forças, não perca a fé não se desespere para não ter recaída de pânico e ansiedade”, escreveu um(a) seguidor(a).

Uma seguidora chegou a dizer que o marido passou por um drama parecido. “Isso aconteceu com meu marido no Canadá. Ele foi maltratado por duas enfermeiras, ele quase perdeu o braço. Exatamente o mesmo caso: ele tinha um acúmulo de sangue no braço, extremamente doloroso, esse sangue acumulado poderia danificar seus nervos e perder seus movimentos. Você também poderia ter perdido seus movimentos se o sangue danificasse seus nervos faciais. Tão triste que essas coisas acontecem”, relatou.