Agronegócio

Moagem de cana no Centro-Sul avança 44% na 1ª quinzena de maio, diz Unica

São Paulo, 25 – O Centro-Sul do Brasil processou 34,37 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de maio – o que representa uma retração de 17,04% em relação ao volume registrado em igual período do ano passado (quando 41,43 milhões de toneladas foram moídas), mas crescimento de 44,27% em relação à quinzena anterior (23,823 milhões de toneladas). Os dados foram divulgados na manhã desta quarta-feira pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

Parte da retração observada foi consequência do início tardio de operação de parte das unidades neste ciclo agrícola, segundo a Única.


Em relatório, a entidade destacou que, até o dia 16 de maio, 232 unidades operaram ante 236 unidades em funcionamento em igual período de 2021.

“Para a segunda quinzena de maio, outras 17 unidades devem iniciar a moagem no Centro-Sul”, avalia a entidade.

A qualidade da cana, medida pelo índice de Açúcar Total Recuperável (ATR), teve redução de 4,95% na comparação da primeira quinzena de maio de 2022 com igual período do ano anterior, para 124,95 kg/t.

A Unica informou, segundo informações do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), que foram colhidas 71,6 toneladas por hectare em abril de 2022, o que representa uma queda de 1,3% no rendimento agrícola da lavoura na comparação com o mesmo período na safra 2021/2022 (72,5 toneladas por hectare).