Economia

Mnuchin confirma que imposto para empresas dos EUA cairá a 15%

O Secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, confirmou há pouco que a aguardada reforma tributária do governo americano incluirá um corte de impostos às empresas de 15%. A taxa irá se aplicar tanto à corporações quanto a pequenos negócios. O atual imposto é de 35%.

Ao participar em um painel em Washington sobre a reforma tributária, Mnuchin afirmou que o plano será “o maior corte de impostos” e “a maior reforma tributária” da história dos EUA.


A Casa Branca, através do próprio secretário, deve anunciar oficialmente a reforma tributária às 14h30 (de Brasília).

Segundo informações do The Hill, grupo de mídia que promoveu o painel, Mnuchin também afirmou que o plano não deve incluir os gastos com infraestrutura, outra promessa do governo de Donald Trump, nem a questão do imposto de fronteira. “Esse plano é apenas de reforma tributária”, disse.

Sobre o teto da dívida, o secretário do Tesouro declarou que ele não deve ser discutido “de última hora” e que tem planos de levantá-lo mais tarde no ano. Ele prometeu que a questão não se tornará “uma crise política”, como visto com a reforma da saúde.

De acordo com uma fonte da Associated Press, a principal taxa de imposto para a pessoa física cairá “alguns pontos porcentuais”, de 39,6% para cerca de 35%.





Tópicos

EUA imposto Mnuchin