Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O ministros das finanças e presidentes de bancos centrais do G20 concluíram, em reunião, que a recuperação econômica global segue em curso, embora de maneira desigual, informou o líder do Banco do Povo da China (PBoC), Yi Gang, de acordo com comunicado divulgado nesta sexta-feira, 18.

Segundo a nota, os países concordaram que vão utilizar todos os instrumentos disponíveis para lidar com o impacto da pandemia, além de promover uma “retirada prudente” de estímulos econômicos. “Todas as partes se comprometeram a fazer ajustes constantes e comunicação total ao retirarem as políticas de apoio, de modo a alcançar uma recuperação comum e forte”, ressaltou.

O grupo reiterou que apoiará “países frágeis” por meio dos Direitos Especiais de Saque (SDR, na sigla em inglês) do Fundo Monetário Internacional (FMI). Destacou também avanços no programa do G20 que concede alívio no pagamento de dívidas das economias mais pobres.

Ainda de acordo com o PBoC, os ministros reforçaram a importância de garantir a resiliência do setor financeiro e de avançar com o programa para meios de pagamentos internacionais.

“O G20 continuará avaliando de forma abrangente o impacto potencial da inovação tecnológica na estabilidade financeira global e incentivando as instituições internacionais relevantes a fortalecer sua análise das políticas regulatórias de criptoativos e abordar as lacunas regulatórias”, pontuou a nota do PBoC.