Geral

Ministro Onyx Lorenzoni discute ao vivo com âncora da CNN

Crédito: Reprodução/ CNN Brasil

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, discutiu nesta quinta-feira (15) com o jornalista Rafael Colombo, âncora do CNN Novo Dia, após ser desmentido por informar um número errado de mortes pela Covid-19.

Assista:

“O senhor disse que eu estava mentindo quando me referi ao número de mortos no Brasil. Nos últimos 30 dias, o Brasil é responsável por, em média, 30% das mortes por Covid em todo o mundo. Todos nós lamentamos aqui, ministro, porque todos nós tivemos amigos ou familiares mortos. Eu só quero pontuar isso aqui porque o senhor disse que o dado era mentiroso. Agora em abril, nós ultrapassamos os Estados Unidos em mortos por milhão”, disse Rafael.

Onyx então rebateu a informação do jornalista. “O senhor disse que o Brasil era o país onde mais morria gente por Covid. Não é verdadeiro. O Brasil não é o país onde mais se morre gente por Covid, existem países muito maiores do que nós e com um volume maior do que o nosso”, afirmou o ministro.

Onyx disse que esta informação tinha o objetivo de tornar o presidente Jair Bolsonaro responsável por todas as mortes pelo novo coronavírus. “O problema é que como o presidente Trump saiu dos Estados Unidos o único líder de direita relevante é Jair Messias Bolsonaro, e todo esse sistema precisa destruir esse representante”, disse o ministro.

O âncora da CNN disse que não há perseguição da imprensa contra o presidente e que Bolsonaro  “vai ser cobrado porque ele é a autoridade máxima do país, assim como governadores, médicos e nós da imprensa”.