Geral

Ministro do STF, Marco Aurélio Mello critica militares no governo Bolsonaro: “O povo não quer golpe”

Crédito: Rosinei Coutinho/STF

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), mostrou preocupação com a ocupação de militares em cargos no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Em entrevista à Rádio Eldorado, o magistrado criticou veementemente a atuação de integrantes das Forças Armadas na política.

“Os militares devem estar na caserna, nos quartéis. Eles são militares do Estado e não do governo. Onde vamos parar?”, questionou Marco. Quando perguntado sobre possíveis riscos à democracia, o ministro afirmou que “o povo não quer golpe”.

Durante a entrevista, Mello comentou sobre o andamento da CPI da Covid-19. Para ele, é necessário tomar cuidado para a comissão “para não extrapolar seus limites”, mas admitiu que “é latente a possibilidade de responsabilizar o presidente da República pelo negacionismo”.