Economia

Ministro diz que R$ 3 bi para microcrédito estavam parados no compulsório

Os recursos que serão aplicados em microcrédito do programa “Progredir” têm origem nos depósitos compulsórios recolhidos pelo Banco Central. Ao apresentar o programa que ofertará R$ 3 bilhões em crédito, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, explicou que as novas linhas para incentivar empreendedorismo aos brasileiros de menor renda, como os beneficiários do Bolsa Família, não virão do Orçamento público.

A destinação incentivada de parte do compulsório para o crédito às famílias de menor renda foi aprovada em reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) em maio. Na ocasião, o grupo alterou as regras do microcrédito com incentivo à destinação desses recursos para empréstimos a pessoas do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Bancos que emprestarem sob essa condição poderão aplicar fator de multiplicação de dois ao saldo das operações de microcrédito produtivo orientado. Ou seja, bancos poderão recolher até a metade dos recursos destinados ao microcrédito.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Raro fenômeno da lua azul ocorrerá durante o Halloween 2020, saiba o significado

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago