Geral

Ministro de Bolsonaro chama veto a cultivo de maconha medicinal de ‘vitória’

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse que o governo de Jair Bolsonaro conseguiu uma “vitória” com a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de barrar o cultivo de maconha. O órgão aprovou nesta terça-feira, 3, a regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil.

Com a decisão, produtos feitos com cannabis para uso medicinal podem ser vendidos em farmácias, mediante prescrição médica, e ficam sujeitos à fiscalização da agência. “O presidente da Anvisa vinha prometendo a liberação do plantio da maconha, o uso da maconha como remédio para a população brasileira, mas foi derrotado. A maioria da direção da Anvisa decidiu por não permitir plantio e uso da maconha como remédio, o uso medicinal”, disse o ministro, em vídeo postado no Twitter.

Segundo o ministro, a decisão da Anvisa “não é novidade”. “Já temos na farmácia medicamentos com o uso do canabidiol para doenças raras onde se mostra mais eficientes do que medicamentos tradicionais”, afirmou. “Não mudou nada: o Brasil continuou sendo um país onde não é permitido o plantio de maconha a título de remédio”.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

A decisão da Anvisa, no entanto, muda a forma como esses medicamentos à base de maconha são vendidos. Antes,o paciente com indicação médica para o uso de produtos à base de maconha precisava de autorização para importação. As farmácias não podiam vender os medicamentos, mesmo que produzidos pela indústria internacional.

A Anvisa passou a permitir que pacientes com recomendação e receita médica para o uso de produtos com THC e/ou CBD, substâncias presentes na planta, possam comprar os medicamentos direto nas farmácias. Com o veto ao plantio, os fabricantes brasileiros que optarem por importar o substrato da cannabis para fabricação do produto deverão comprar matéria-prima estrangeira semielaborada, e não da planta ou parte dela.

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou

+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea