Comportamento

Ministro da Educação é alvo de piadas por erros de português nas redes sociais

Ministro da Educação é alvo de piadas por erros de português nas redes sociais

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, em 9 de abril de 2019 - AFP/Arquivos

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi alvo de piadas nas redes sociais após cometer uma série de erros ortográficos em seu perfil no Twitter.

Responsável por supervisionar as diretrizes educacionais do país, ele chocou muitos brasileiros ao escrever de forma errada a palavra “impressionante”, utilizando a letra “c” no lugar do “ss” (“imprecionante”), numa publicação postada no Twitter na noite de terça-feira.

“O fato do Ministro da Educação escrever ‘imprecionante’ reflete a realidade da educação brasileira”, criticou um internauta.

“É ‘imprecionante’ ele ser Ministro da Educação”, escreveu outro.

Após uma avalanche de críticas e piadas, Weintraub apagou a publicação.

Esta não foi a primeira vez que o ministro cometeu erros gramaticais. Ele já escreveu “suspenção” no lugar de “suspensão” e “paralização” em vez de “paralisação”.

Mas alguns usuários do Twitter enviaram mensagens de apoio a Weintraub.

“É melhor escrever com erros do que roubar os cofres [públicos]”, publicou um internauta, ao se referir à corrupção.

Nesta sexta-feira, o titular da pasta da Educação publicou em sua conta no Twitter uma mensagem de apoio que recebeu do empresário Luciano Hang, dono de uma grande rede varejista e um dos principais apoiadores da campanha presidencial de Jair Bolsonaro.

No texto, cheio de erros de ortografia intencionais, Hang escreveu que “só não erra quem não faz nada”.