Cultura

Ministro da Cultura defende nome político para comando do Iphan no Rio

O ministro da Cultura, Roberto Freire, defendeu nesta terça-feira, 21, a nomeação de um quadro político para assumir o comando da superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Rio.

O nome de Cláudio Roberto Mendonça, ex-secretário estadual de Educação do Rio, tem sido apontado para substituir a atual superintendente do órgão, Mônica da Costa, que é servidora de carreira. “A informação que eu tenho é que o indicado tem capacitação técnica para cumprir a função”, disse Freire.

O ministro afirmou que preferia que funcionários de carreira assumissem cargos mais técnicos como esse, mas que essa é a dinâmica do presidencialismo de coalizão. Ele disse ainda que está sendo cobrado e recebendo muitas críticas porque não mudou “substancialmente” as chefias de órgãos desde que assumiu a pasta, em novembro do ano passado. “Essas mudanças ainda estão acontecendo. Não se trata apenas do Iphan do Rio, nós temos outros casos”, disse.

Segundo o jornal O Globo, funcionários do Iphan fizeram um abaixo-assinado pedindo a permanência de Mônica a frente do órgão. Mendonça, que já foi alvo de investigações pelo Tribunal de Contas do Estado, seria próximo ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar