Geral

Ministra das Relações Exteriores do Reino Unido visitará a Rússia em fevereiro, diz RIA

MOSCOU (Reuters) – A ministra das Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, deve visitar Moscou em fevereiro para discussões com seu correspondente russo, Sergei Lavrov, segundo publicou a agência de notícias RIA neste sábado, citando fontes diplomáticas.

A visita é planejada no momento em que há tensões elevadas entre a Rússia e o Ocidente por causa da Ucrânia. Lavrov e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, não conseguiram avançar em conversas sobre o assunto esta semana, mas concordaram em continuar a tentar resolver a crise que gerou temores de um conflito militar.


“A ministra das Relações Exteriores pediu pela oportunidade de viajar a Moscou para discussões com Lavrov. Moscou concordou com a visita em fevereiro”, teriam dito as fontes citadas pela RIA.

O ministério das Relações Exteriores da Rússia não respondeu imediatamente ao pedido da Reuters por um comentário. O ministério das Relações Exteriores britânico se recusou a comentar.

Uma fonte sênior do ministério da Defesa do Reino Unido afirmou no sábado que o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, também havia concordado em conversar em Moscou com seu correspondente britânico, Ben Wallace.

O Reino Unido e seus aliados da OTAN já expressaram profunda preocupação com o aumento de tropas militares da Rússia na fronteira com a Ucrânia e alertaram sobre as graves consequências econômicas se houver uma invasão.

A Rússia nega os planos de invadir a Ucrânia, mas está exigindo garantias de segurança juridicamente vinculativas dos Estados Unidos e da OTAN.

O Reino Unido disse na segunda-feira que começou a fornecer à Ucrânia, que não é membro da aliança da OTAN, armas antitanque para ajudá-la a se defender de uma possível invasão.