Brasil

Ministério Público de SP denuncia dois por ameaça e injúria contra Moraes


O engenheiro Antônio Carlos Bronzeri, integrante da Frente Brasileira Conservadora, e Jurandir Pereira Alencar foram denunciados pelo Ministério Público pelos crimes de ameaça, injúria e difamação cometidos durante ato na frente da casa do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, no dia 2. Bronzeri foi preso durante a manifestação por ameaçar familiares do ministro. “Os denunciados injuriaram e difamaram a vítima chamando-a de ‘advogado do PCC’, ‘ladrão’, ‘corrupto’, ‘covarde’, ‘canalha’, ‘safado’, ‘veado’, ‘maricas’, dentre outras ofensas”, disse a promotora Alexandra Milaré Toledo Santos. As defesas dos acusados não foram localizadas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS