Brasil

Ministério da Saúde tira portal com dados sobre Covid do ar

Crédito: Reprodução

Site do Ministério da Saúde que divulgava os dados sobre a Covid-19 no Brasil está fora do ar desde a noite de sexta-feira (5) (Crédito: Reprodução)

SÃO PAULO, 06 JUN (ANSA) – O portal do Ministério da Saúde que reunia as informações sobre os números do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no país foi retirado do ar na noite desta sexta-feira (05). Agora, ao acessar o portal https://covid.saude.gov.br/, o usuário encontra uma mensagem de “Portal em manutenção”.

O site reunia tanto os números oficiais da pandemia no Brasil, bem como gráficos que mostravam o avanço da doença por estados e por regiões. O Ministério não informou por qual motivo o portal foi tirado do ar e nem quando ele estará disponível novamente.

Também a divulgação dos dados diários da sexta-feira voltou a atrasar, sendo publicada apenas às 21h45. A tabela disponibilizada ainda trazia menos dados do que a do dia anterior, com os números de recuperados, casos confirmados e óbitos das últimas 24 horas nacionais e por estado.

Na quinta-feira (04), bem como nos dias anteriores, a tabela trazia mais informações como os casos em acompanhamento e as mortes em investigação, bem como os números totais por estado desde o início da compilação das informações. O Ministério da Saúde não informou a razão das mudanças.

Apesar de não ser oficial, o presidente Jair Bolsonaro respondeu na noite de ontem a alguns jornalistas no “cercadinho” em frente ao Palácio da Alvorada que queria que fossem divulgados os dados do dia apenas.

“É para pegar o dado mais consolidado. E tem que divulgar os mortos no dia. Ontem [quinta-feira], por exemplo, dois terços dos mortos eram de dias anteriores”, disse ainda ironizando que, com o novo horário de divulgação das informações, “acabou matéria no Jornal Nacional”.

Durante a gestão do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, os dados nacionais e uma entrevista técnica sobre o avanço da doença eram realizados entre às 16h e às 17h. Ao assumir, o ex-ministro Nelson Teich passou a ordenar a divulgação às 19h, já sem as entrevistas técnicas com membros do Ministério da Saúde. Desde que assumiu o cargo interinamente, o general Eduardo Pazuello não fixou um horário para a divulgação, sendo que na quinta-feira os dados chegaram a ser anunciados às 22h por “problemas técnicos”. (ANSA)

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior